Desafio de natação

Resolvi comentar sobre esse desafio que propus aos meus atletas na natação.  Ele refletiu a  diferença de perfis de atletas com relação à natação.  Observei que quanto mais “viciado” o atleta é em natação mais ele gostou do treino. Particularmente achei um treino difícil mas que trouxe um senso de realização impressionante. Vou comentar sobre isso.

Na natação temos a certeza de duas coisas. Ou nadamos bem na prova de triathlon  ou saímos exaustos e perdemos rendimento nas outras modalidades. Se estamos bem treinado nesta disciplina, mesmo que o tempo não seja excelente, não compromete o restante da prova. Ao contrário, se negligenciamos essa parte do treino, fazemos muita força e com pouca eficiência e perdemos muito rendimento na prova inteira, pois temos a sensação que o mar sugou nossas energias.

Com relação ao desafio dessa semana, a idéia era realmente sugar nossa energia! Tanto mental pela duração da série (o aluno que mais fez realizou 80x 100 em 1h52), quanto na dificuldade em manter a coordenação, sincronia de movimento, eficiência mecânica e ritmo de nado (parte física).

testenat

Para aqueles que não marcaram o tempo dos seus tiros, fica uma pergunta: como evoluir se não  pegamos os tempos e vemos como nosso corpo se comporta nos trenios? Precisamos saber em que momento veio a fadiga, qual foi o ritmo médio e se melhoramos ou pioramos no decorrer da série.

Aqueles atletas que se sentem sugados pela natação no triathlon são aqueles que pioraram o tempo da série no decorrer da execução. Já aqueles que melhoraram a eficiência (tempo x esforço empreendido) são aqueles atletas focados em melhorar o nado e que já dominam as braçadas.

Era um treino difícil, quem chegou até o fim dele, saibam que são a minoria e estou orgulhoso de vocês por terem completado.

A propósito Realizei 5400m em 1h25  em ritmo médio de 1.14/100m.  Ao final últimos 30min a ritmo de 1.12/100m.  Era meu terceiro treino do dia. Sofri muito e adorei mais ainda!

Boas braçadas!