Normalmente eu escrevia mais. Dissertava mais sobre treinamento e fazia metáforas entre os esporte e como devia ser feito os treinos, atitudes e outras coisas. Se quiser ler sobre esses textos, acessem no nosso site em informativos.

Após esse hiato, várias coisas aconteceram, boas e ruins. Ciclos e fases. Após esse tempo consolidei alguns métodos e entendi alguns propósitos. E um deles é que

O treinamento esportivo é magnífico para saúde. Embora haja dias de luta nos quais a preguiça parece sobrepujar qualquer vontade, os dias de conquista são numerosos, formadores de personalidade e caráter.

Sobre a vitória e a derrota:

Vencendo se descobre realmente o melhor lado de si mesmo, momentos esses que a áurea brilha e expande toda personalidade.

Perdendo se descobre que o importante é cultivar um coração calmo e agradecer por ter relacionamentos e amor.

Os dois lados concorrem paralelamente na corrida, oras você anda numa linha oras em outra. Mas o plano transversal, que os liga, será o relacionamento, a amizade e a sua essência. Porque ou vencemos ou aprendemos, derrotados somente são aqueles que não ousam tentar. E a oportunidade de autoconhecimento é formidável.

Escrevo muito falando sobre energia, planos pessoais, atitudes e comportamentos ao invés de performance. Porque números são medidas. E de valores e tecnologia lê-se muito e toda hora.  Mas atingir seus melhores números, só se houver sintonia com tudo. Com você mesmo e o universo que você vive e representa. E disso há pouca literatura.

Fico muito feliz de poder ensinar, transmitir conhecimento e poder vibrar com a conquista de cada um. Ler a personalidade de cada um, entender um pouco sobre o lado psicológico da pessoa e controlar as variáveis físicas… É um prazer enorme quando vejo um punho erguido cruzando portais: o da incerteza para a certeza ou de qualquer outra linha de chegada.

Obrigado novamente por me ensinarem sempre a ser mais calmo, mais mestre e menos discípulo e poder vibrar com a experiência de cada um.

Guilherme Manocchio