Manocchio Team
Guilherme Valenza Manocchio
27 de dezembro de 2013
Uma maneira fácil de correr rápido e o por um longo tempo

Tudo em nossa vida requer um período de adaptação. E nada mais justo e difícil do que adaptar-se a correr rápido. É muito gradativo e continuo esse aprendizado, contudo há algumas maneiras de acelerar esse processo. Uma delas é a corrida longa , rápida e intervalada.
Comecei a treinar dessa forma para o primeiro Ironman simulando uma parada estratégica entre os postos de hidratação que tem no ironman , um a cada dois quilômetros. Contudo acabei percebendo algumas coisas que mais tarde comprovei com alguns estudos. A minha velocidade de deslocamento enquanto eu estava correndo era superior aos trabalhos contínuos. Minha sensação de esforço era muito menor. Meus batimentos cardíacos ficam em média mais baixos e minha “stamina” parecia aumentar consideravelmente pois conseguia manter-me em exercício por mais tempo.
Sim, a comprovação para corrermos mais rápido se dá pelo fato que com um trabalho repetitivo o cérebro humano acaba cansando de enviar o mesmo estímulo neuromotor para os músculos e a mensagem começa a vir com alguns defeitos, tornando nossa biomecânica mais pesada e cansada. Essa parada estratégica é como um banho de água gelada no cérebro e ele volta a funcionar totalmente alerta e com eficiência. Além de tornar um trabalho intervalado eficaz de resistência que torna as coisas mais fáceis para o nosso organismo. Um exemplo simples para entender: segurar um peso de dois quilos em sua mão com o braço esticado paralelo ao chão por 10min é quase impossível, mas 10 vezes de um minuto torna as coisas mais fáceis.
Já na questão do ritmo, um minuto de intervalo equivale a baixar cerca de 40 batimentos cardíacos. E quando o atleta volta a se exercitar a subida esse gradativa. O organismo do atleta nesse caso pensa: ” estou correndo num ritmo mais forte e num batimento bem mais baixo que de costume, portanto, esse ritmo é suportável e eu estou mais adaptado a ele” . Como curiosidade eu costumo correr em ritmos próximos de 3.40 a 3.45 esses treinos e sinto mais descansado que nós treinos contínuos de 4min por km.
A única coisa que o organismo sente mais nesse tipo de treino que em um contínuos é a parte muscular… A musculatura exigida é a de uma velocidade de corrida mais rápida que a usual por isso recomendo não fazer esses treinos na maior velocidade possível, e progredir lentamente isso com a velocidade de treino.
Exemplos de treino intervalados com caminhada. 2 horas de corrida andando 1min a cada 9min de corrida. 1h45 andando 45seg após cada km percorrido. Correr 1900m e caminhar 100m durante todo o tempo do treino.
Apesar desses benéficos não é um treino nada fácil, pois as vezes chega-se a correr quase 30km com a continuidade e a progressão dos treinos.
Bons treinos e até o próximo longo.