Percebo uma grande variedade de jeitos como a planilha de treinos é encarada. Aqueles que não conhecem nada da modalidade e aqueles que vivenciam anos de prática recebem essa orientação da mesma forma por orientações e treinos de Segunda a Segunda.  O jeito como veem a planilha é que muda, o jeito que ela é incorporada ao dia a dia é o que faz a pessoa melhorar ou não.

Vejam alguns exemplos de como isso acontece. Algumas formas como veem seus treinos.

Pessimista: Impossível realizar tais treinos. Vou faltar metade da planilha. De preferência nos dias mais fortes. Nem vou conseguir realizar os tiros para esses intervalos mesmo!

Perfeccionista: Vou realiza-la com perfeição, nos mínimos detalhes, independente do clima, trabalho profissional ou grau de cansaço.

Otimista: Adorei os treinos, vou tentar realizá-lo de maneira fiel. Vou fazer um dos meus melhores tempos na tal série….

Super-otimista: Eu vou fazer mais. Sou muito capaz de fazer mais que isso. Posso e consigo: vou fazer.

Atleta coerente:   Semana de treinos interessante. Vou realiza-la da melhor maneira possível.  Vou  adequar minha rotina pra realizá-la o mais fiel possível. Caso não consiga, vou conversar com meu técnico e ver o que incorporar ou tirar.

Há grande problemas para encarar os treinos em quase todos os modelos. E os pontos positivos de alguns modos devem ser encarados e tidos em consideração.

Para o pessimista quando se acha que não consegue não se consegue mesmo.

Ser otimista é muito bom, mas se a temos com metas irreais fica difícil manter a motivação. O problema de ser  otimista demais é que o cansaço pode estafá-lo uma hora e sem o devido descanso piorar seu rendimento.

O perfeccionista tem as melhores das intenções, mas o bom senso é essencial e o diálogo com o técnico é fundamental para que o treino seja realizado de forma mais eficiente.

O modo coerente, com diálogo aberto é o caminho mais correto, mas com certeza ele veio de um dos modelos acima e foi sendo corrigindo com o tempo.  Tente ser coerente, flexível com sua rotina fiel ao máximo ao treino. Se está com alguma dificuldade ou não entende algum detalhe, sempre estarei aberto a conversar e corrigir as dificuldades.

Bons treinos!

Guilherme Manocchio